1ago
A natureza é a sinceridade manifestando a mais pura Verdade

Sinceridade de uma verdade

Um dia vagando pelo Facebook me deparei com a seguinte premissa: “Dizer tudo o que pensa sem se preocupar em magoar as outras pessoas, não é sinceridade, é maldade aliada a falta de educação. Ser sincero é dizer o que pensa e sente, sem deixar de lado o respeito pelos sentimentos alheios.”

Refletindo sobre ela, acredito que, mesmo assim, muitos ainda prefiram uma sinceridade rasgada do que o cuidado nas palavras que dizem e nas coisas que pensam. Para os que não se colocam no lugar do outro, a sinceridade pode se transformar em ofensa e isso não é coisa de gente transparente, mas sim de gente descontrolada que não sabe lidar com as próprias emoções. Vamos deixar claro aqui que o nosso objetivo é sermos melhores para os outros e para nós mesmos.

Para mim, ser sincero e verdadeiro é uma qualidade, e devemos saber como atingir isso. Vejo que é importante identificar a verdade e saber como usá-la, pois muitas vezes ela pode trazer dores e tristezas. Afinal, nós queremos ser apenas transmissores de informação ou queremos ser instrumentos de transformação na vida do próximo? Acho que vale muito mais ser o segundo.

Ser sincero é priorizar a verdade, independente de qualquer coisa. Para isso devemos ser verdadeiros com as pessoas, com as situações e principalmente conosco. Devemos conseguir identificar verdades e basear nossas decisões e atitudes a partir delas. Mas, é claro que o primeiro passo é não assumir o papel de dono da verdade, senão teremos que filosofar aqui sobre o que é “VERDADE”, e não é esse o nosso objetivo. Todos temos muito para aprender, portanto, antes de colocar a tocha da verdade à nossa frente, vamos buscar conhecer cada situação. A nossa sinceridade é consequência da verdade em que nos baseamos, logo o outro ser humano pode enxergar a vida de outra forma e viver uma outra verdade. O fato é que, embora percorramos caminhos diferentes, iremos chegar em um mesmo lugar. A diferença está no que vamos levar dessa vida e no que vamos deixar dessa vida. O caminho escolhido tem tudo a ver com isso.

Jesus disse que a verdade nos libertaria e essa liberdade certamente é conseguida através do caminho do bem. Chico Xavier certa vez declarou que a verdade deveria ser usada de forma cuidadosa, para que ela não fosse motivo de tristezas para o nosso próximo. Independente de crenças, quando se fala da verdade, é fundamental também lembrar que ela deve ter como propósito o bem do outro. Portanto, se a verdade que pretende defender causar dores, evite ao máximo que essas dores sejam prejudiciais. A dor nem sempre é ruim e quando a verdade a trouxer, faça com que ela seja restauradora, elucidativa e, principalmente, leve ao outro a verdade. Procure a melhor forma de falar e seja discreto. Com certeza a pessoa identificará em você o cuidado e a intenção de ajudar, mesmo que a verdade apresentada por você seja difícil de conhecer.

Devemos ter a humildade de impedir que a verdade seja usada para abusos e ações que prejudiquem o ser humano. Tratada por Jesus como condição de libertação, a verdade jamais poderá ser motivo de discórdia, inimizades e dissoluções. Portanto, se pretende ser uma pessoa verdadeira, cultive a humildade dentro de si e retire de seu coração raivas, mágoas e as ervas daninhas que porventura se instalem. São essas ervas que fazem da verdade um fruto mal, uma arma na mão de quem quer espalhar discórdia. Seja humilde e a verdade será uma benção em suas mãos. Se afastar de quem te faz mal e esquecer, aprender a perdoar, entender que toda história tem mais de um lado, ser compreensivo com a trajetória de cada um, buscar diálogos pacíficos e respeitosos para eliminar atritos, são remédios que ajudam a suportar dores e enxergar a verdade com respeito mútuo. Enfim, o trabalho interno é bem mais importante e eficaz que o trabalho externo. Seja sincero e use a verdade para transformar e salvar vidas!

No final, eu concordo com a premissa de que devemos ser sinceros e dizer o que pensamos e sentimos, mas sem deixar de lado o RESPEITO pelos sentimentos alheios. Respeito é a palavra que faz a diferença em tudo!

Compartilhe esta história

Sobre romeu

Sabe uma pessoa um pouco orgulhosa, mas que no fim das contas sempre deixa o orgulho de lado? Sabe aquela pessoa que quer fazer tudo ao mesmo tempo? Esse é o Romeu. Um pouco apressado no quesito idade. De vez em quando vem com uns discursos de “eu já passei dessa fase”, “eu não tenho mais idade pra isso”, “quando você chegar na minha idade você vai entender.” Faz vários planos, e está sempre correndo atrás para realizá-los. Gosta de música, toca guitarra e dá aulas de violão. Gosta de Chaves! Sempre se preocupa com as pessoas ao seu redor e dá muito valor na verdadeira amizade. Gosta de conversar sobre tudo. Frescura é uma palavra que não existe no seu dicionário.

Deixar uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© Copyright 2019 - Romeu de Almeida. Todos os direitos reservados.